Os Tipos de Manutenção Permitidos na Câmara Frigorífica para Sorvete

Neste post vamos esclarecer cada um os Tipos de Manutenção atinentes a uma Câmara Frigorífica, notadamente naquela destinada ao Sorvete, pois a qualidade deste produto está estreitamente relacionada ao bom desempenho dos equipamentos envolvidos na sua elaboração.

Inicialmente, cumpre esclarecer que uma manutenção pode ser realizada antes da ocorrência de uma falha ou posteriormente a ela, ou ainda, agendada antecipadamente. Então, vamos explicar melhor as classes de averiguação e quanto e quando elas são necessárias para uma câmara fria.

Gelado: A Câmara Frigorifica é indispensável para fabrica-lo

O frigorífico é um equipamento cuja função é fornecer um ambiente com temperatura controlada. Dessa forma, ele é imprescindível em todas as etapas da produção dos sorvetes, pois, este produto tem que ser mantido a baixas temperaturas durante todo o processo de fabricação.

Câmara frigorifica para sorvete - Manutenção para todos os tipos de componentes
Câmara frigorifica para sorvete – Manutenção para todos os tipos de componentes

Desde o princípio, a refrigeração e a base do método de produção das sorveterias, então, uma câmara frigorifica em perfeito funcionamento assegura a preservação de quaisquer versões de gelados, tais como:

  • sorvete de massa;
  • sorvetes de palito;
  • paleta mexicana;
  • frozen yogurt;
  • gelato italiano;
  • sorbet;
  • sorvete expresso;
  • picolé;
  • entre tantas outras opções.

Observe que, não só sorvete, que é o produto final, mas também os seus insumos, precisam de um resfriamento constante. Certamente, este cuidado se justifica para evitar a deterioração da matéria prima e, também para que no final obtenha-se um gelado de qualidade.

Posto isso, saiba que o processo de refrigeração se dá em diversas temperaturas, cada uma delas conforme a etapa produtiva, sendo que os principais são os seguintes:

  • Armazenamento dos insumos: A matéria prima é estocada em câmaras de resfriados mantidas a 4°C;
  • Fabricação: O produto é resfriado e manuseando a 4 °C
  • Armazenamento do sorvete: utiliza-se um ultracongelador mantido a temperaturas entre -18 °C e -25°C
  • Comercialização no atacado: nesta fase os sorvetes são guardados numa câmara de congelados com temperatura de -12°C a -17°C
  • Venda a varejo: as sorveterias utilizam a câmara com autosserviço, ou seja, o walkin cooler, para expor a venda todos os tipos de gelados.

Manutenção: Conheça os tipos e saiba porque ela é importante para a câmara frigorífica para sorvete

A princípio, podemos definir que manutenção é o ato de manter, sustentar, consertar ou conservar algo ou alguma coisa. Acima de tudo, a manutenção é um conjunto de ações desenvolvidas para assegurar o perfeito e correto desempenho de algo ou alguma coisa.

Normalmente uma averiguação é vista como o conserto de uma câmara fria expositora que apresentou um defeito, ou seja, que parou de funcionar. Entretanto, como existe uma grande demanda pela refrigeração na indústria de sorvete, ter uma câmara frigorifica parada pode afetar toda a linha de produção. Por certo, a espera por uma assistência técnica é muito prejudicial as sorveterias.

Algumas assistências técnicas especializadas em câmaras frias estão aptas a oferecer outras categorias de reparação, conforme é preconizado pela NBR 5462/94. Então, fique por dentro das espécies de inspeção que estas empresas oferecem, senão vejamos:

  • manutenção corretiva;
  • verificação preventiva;
  • averiguação preditiva.

Conheça os aspectos da assistência técnica corretiva

Esta variedade de conserto é realizada quando o equipamento frigorifico para de funcionar inesperadamente, seja decorrente de uma regulagem imprecisa ou da quebra de alguma de suas peças. Acresce que, neste caso o custo de reparação da sorveteira é maior, pois, uma peça defeituosa também causa defeito em outra, desta forma, o custo do reparo será bem mais elevado.

É importante considerar também o prejuízo decorrente da parada da produção, inclusive, o valor dos sorvetes armazenados e que são perdidos por conta da falta de resfriamento na câmara de congelamento.

Considere as perspectivas da inspeção preventiva para câmara fria

Como o próprio nome já esclarece, neste gênero de manutenção acontecem vistorias rotineiras e pré-programadas. Então, esta ação tem por objetivo prevenir um possível defeito que pode surgir em algum dos componentes do frigorifico.

Câmara frigorifica para sorveteria
Câmara frigorifica para sorveteria

A implementação da manutenção preventiva é composta de atitudes pontuais, tais como:

  • ações administrativas: elaborar as planilhas de revisões, programar o fluxo produtivo dos gelados em decorrência do desligamento da câmara frigorifica, entre outros;
  • atitudes técnicas: desvendar as partes do frigorifico que serão revisadas, executar a verificação periódica, efetuar a substituição do componente defeituoso, etc.

Saiba mais sobre a manutenção preditiva

Atualmente se verifica uma intensa demanda por produtos e serviços, inclusive na indústria do sorvete, por conta disso, entre os tipos de manutenção para câmara frigorifica aquela chamada por preditiva tem despertado as atenções.

Neste contexto, o setor industrial tem buscado desenvolver muito mais os métodos de proteção e reparação dos maquinários, sendo que, na sorveteria o foco é o melhor tipo de revisar as câmaras frigorificas.

Na verdade, a inspeção preditiva aperfeiçoa o funcionamento do setor de produção das sorveterias, pois reduz os custos de manutenção dos equipamentos de refrigeração, além de, aumentar a qualidade do gelado e minimizar os atrasos no fluxo produtivo.

A princípio, a supervisão preditiva considera a vida útil de cada uma das partes do equipamento de refrigeração do congelador, pois, quando eles são fabricados, tal qual um alimento, a indústria já determina o prazo de validade deste componente.

Ainda por cima, esta espécie de avaliação compreende uma análise da máquina frigorifica, não apenas das suas condições, mas também do seu nível de performance e os sinais perceptíveis e/ou imperceptíveis que ela emite.

Quando a manutenção preditiva é implementada e realizada de maneira contínua, a possibilidade de intervenções que prejudiquem a produtividade do sorvete é muito pequena, inclusive, a durabilidade do frigorifico é bem maior. Então, entre outros pontos importantes, a averiguação preditiva engloba o seguinte:

  • impedir as paradas forçadas;
  • ampliar a confiabilidade na câmara fria;
  • extinguir as manutenções corretivas;
  • aumentar o prazo de validade das peças que compõe o refrigerador;
  • evitar os reparos que envolvam a desmontagem das maquinas frigorificas;
  • encontrar as falhas de funcionamento que podem interromper a produção dos sorvetes.

Por fim, o time de engenharia da Tectermica pode esclarecer as suas dúvidas e, além disso, oferecer o melhor tipo de manutenção para sua câmara frigorifica de sorvete.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.