Vinho e Cerveja: A indústria de Câmara Fria e as Bebidas Geladas na Antiguidade

A princípio, conforme o relato de uma renomada Indústria de Câmara Fria, os povos mais antigos já utilizavam técnicas para manter o Vinho e a Cerveja, haja visto que quando Geladas estas Bebidas duram por mais tempo. Entretanto, os métodos eram rudimentares e dependiam dos agentes naturais.

O artigo abaixo vai elucidar o desenvolvimento do armazenamento frigorifico no setor de beberes em geral, não só na antiguidade, mas também até culminar na atual manufatura das câmaras frigorificas.

O fabricante do walkin cooler exalta as principais categorias de bebes

Não obstante a existência de inúmeras variedades, por certo, as bebidas se dividem e subdivide em categorias basilares, como segue:

  • as biritas alcoólicas, que são conhecidas há muitos séculos e, que se subdividem nas categorias
    • destiladas: como exemplo o whisky, a cachaça, a vodca, entre outros
    • fermentadas:  tais como a cerveja, o vinho, etc
  • aquelas sem álcool, a saber:
    • os sucos naturais, eles remontam desde o princípio da humanidade
    • os refrigerantes e os concentrados de frutas, já estes surgiram há poucas décadas e demandam o uso da frigorificação.

Os nossos ancestrais pouco empregavam o método de refrigeração em seus beberes

Como na antiguidade a técnica mais utilizada para o resfriamento dos líquidos era a do contato com o gelo, porem era pouco difundida. Uma vez que, ele era obtido nas montanhas e armazenado em poços ou cavernas profundas. Então, esta prática era destinada às classes mais altas.

Por conta disso, além dos sucos que eram obtidos das frutas frescas, as primeiras bebidas elaboradas pelo homem foram a cerveja; que já era produzida pelos sumérios e, o vinho, que se tem notícia a partir da era pré-dinástica dos faraós. Além disso, elas eram consumidas a temperatura ambiente, ou seja, sem esfriamento.

Acresce que, por volta de 6000 a.C., na Geórgia, foi encontrado o primeiro indicio do método de armazenamento a frio, trata-se do processo “Kvevri”; onde os vinhos são acondicionados em ânforas de barro e lacradas, em seguida são enterradas no solo.

Note que, por volta do ano de 800, surgiram os primeiros bebes destilados, pois nesta ocasião foi inventado o alambique, tido como o apetrecho indispensável na fabricação deste tipo de bebida. Entretanto, ainda não se tinha notícia da câmara frigorifica ou algo similar.

Cerveja e Vinho: A indústria de câmara fria assegura que ela é capaz de manter as bebidas geladas
Cerveja e Vinho: A indústria de câmara fria assegura que ela é capaz de manter as bebidas geladas

Atualmente a indústria da cerveja e do vinho usam a câmara fria para manter estas bebidas geladas

As primeiras maquinas frigorígenas foram produzidas por volta do ano de 1850.Contudo, elas utilizavam componentes químicos altamente inflamáveis e tóxicos, tais como a amônia, o cloreto de metilo e o dióxido de enxofre. Por conta disso, os acidentes eram frequentes e a qualidade da refrigeração era pouca satisfatória.

Em 1861, James Harrison desenvolveu e manufaturou a compressão de vapor como sistema frigorifico confiável. Desde então ele é empregado, não só no fabrico de bebidas, tais como as cervejas, mas também, a partir da sua evolução, no resfriamento dos beberes nos pontos de venda. Inclusive, os melhoramentos mencionados originaram as câmaras frigorificas como as conhecemos atualmente.

É importante mencionar que os manufaturadores de beberes, entre eles, os da cerveja e os do vinho, em muito se beneficiam das câmaras frias. Sendo que no caso das cervejarias, por conta de um novo produto, o chopp. Já no caso das empresas vinícolas, com as adegas climatizadas, um ambiente onde o vinho amadurece de modo controlado.

Cabe salientar que, o primeiro refrigerador doméstico foi desenvolvido em 1923 , e foi fabricado por Fred W. Wolf. Certamente, desde então, os consumidores obtiveram as bebidas refrigeradas a qualquer tempo.

A câmara frigorifica proporciona temperatura ideal para estocar as bebidas

Como visto, a indústria de câmara fria implementou tecnologias benéficas para as empresas engarrafadoras, seja na produção ou no armazenamento mas principalmente na comercialização. Agora as bebidas, como o vinho ou a cerveja, podem ser mantidas geladas e na temperatura adequada..

As novas tecnologias são vitais não apenas nos processos fabris, como também nos revendedores. Por exemplo, os expositores verticais que estão sempre presentes nos pontos de venda, haja visto que, eles exibem os beberes gelados e prontos para o consumo.

Ainda por cima, a arca frigorifica mantem as condições controladas para as bebidas, desta maneira, acentuando o seu sabor e/ou aprimorando as suas características. Entretanto, cada tipo de bebere deve ser armazenado em uma temperatura, com segue:

  • Cerveja: a pilsen e a larger devem ficar de 5 a 7 °C, enquanto a bock e a pale ale, bem como a weissbier a 8 a 12 °C, então a beer cave é o equipamento indicado para tanto
  • Refrigerante: a temperatura ideal é de 3 °C, sendo que, em temperaturas mais baixas ele pode congelar, dessa forma o walkin cooler é o ideal, pois, além de refrigerar também traz visibilidade a este tipo de bebere
  • Vinho: temos que a guarda desta bebida se dá a 15 °C, tais como o champanhe, o prosecco, o malbec, o merlot, entretanto requer um rigoroso controle de umidade, portanto, é aconselhável o uso de uma adega climatizada
  • Vodca e destilados: são líquidos que não congelam, além disso, o seu sabor é melhor quando servido em temperatura abaixo de zero, sendo assim, um freezer ou até uma câmara para congelados é a mais apropriada para estoca-los.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.